Notícia - Arte e Cultura

Compartilhar:

Mostra Pé na Rua transforma as ruas de Maringá em palcos de espetáculos

A "Cia Pedras Teatro Circo" e convidados apresentam 6ª Edição da "Mostra Pé Na Rua" com espetáculos de teatro pelas ruas de Maringá. O evento começou nesta quinta, 05 de julho 2018 e vai até o domingo (8), com um encerramento especial no Parque do Buracão. Confira a programação completa das oficinas e espetáculos logo abaixo!


(clique na imagem para aumentar)


(clique na imagem para aumentar)

A Mostra Pé Na Rua nasceu no ano de 2011, criado pela Cia Pedras Teatro Circo, tendo como diretora geral Iara Ribeiro (atriz, fundadora, professora e diretora da Cia), está agora em 2018 na 6ª edição. Seu formato tem como objetivo estabelecer um evento de fomento à arte do teatro e circo, ampliando a proposta de popularização que o teatro de rua deixa explícito e de toda manifestação "ruarística" existente, bem como organizar o pensamento para a reflexão estética e filosófica, provocando, incitando e libertando.



O Evento que oferece Oficinas sócio-culturais, Oficinas Formativas, Performances e Espetáculos, são apresentados em feiras da cidades, feiras centralizadas e também feiras nos bairros. A Mostra foi realizada com recursos próprios durante quatro anos, recebendo apoio de divulgação de algumas empresas e contando sempre com a ajuda fundamental de nossos alunos e amigos da arte. A Mostra Pé na rua procura valorizar os artistas da cidade e artistas de outras localidades, que tenham pesquisas voltadas ao universo do teatro, do circo, da música, das performances, literatura, poesia e afins, ou seja, artistas que pensam no espaço público como veículo para apresentar sua arte.



Um outro ponto importante da MOSTRA PÉ NA RUA, é que além das discussões que realizamos com os artistas, os grupos que se apresentam, ministram uma oficina para deixar uma "semente ideológica" do trabalho que realizam e não simplesmente apresentar o espetáculo e seguir o seu caminho. Além de ser importante para os artistas e participantes da oficina, conhecer novas linhas e maneiras de pensar "arte".

A Cia Pedras pesquisa a linha do Circo desde 1999 e o do Teatro de Rua desde 2005 e viajando pelo Brasil com o Espetáculo “Andarilhos de Cordel”, apresentando nos espaços urbanos, sejam eles: feira, praças, ruas, percebemos a recepção calorosa do público, porém observamos que este tratamento era diferente com os artistas que realizam seus trabalhos em semáforos, por exemplo, mas claro, por uma minoria de pessoas petulantes e de “alma vazia”.


Foto: Calixto Fotografia

"Em 2009 passamos em um Edital Municipal onde levamos apresentações para 7 feiras da Cidade, feiras no centro e nos bairros e desta vez fomos ampliando nosso diálogo com o público, feirantes, clientes, falando sobre a valorização deste segmento artístico, ou seja, de toda arte que utiliza o espaço público como seu PALCO. Assim nasce a MOSTRA PÉ NA RUA, como um ato artístico e revolucionário, para que todos: artistas x público, possam dialogar na imensidão deste mundo" - Iara Ribeiro

Neste ano (2018), a mostra tem uma novidade linda, estarão realizando o evento junto com o MARL (Movimento de Artistas de Rua de Londrina), 2 Coelhos Comunicação e Cultura o " III ENCONTRO DA RPTR" (Rede Paranaense de Teatro de Rua). “Vamos discutir-refletir sobre políticas públicas para as artes públicas. Este evento é aberto não somente para artistas que desenvolvam pesquisas na rua, mas para todas as pessoas que utilizam o espaço público. Queremos, a partir do panorama estadual, discutir a realidade das cidades paranaenses, no que diz respeito às artes de rua, com foco no contexto da cidade de Maringá que, durante três dias, será a capital estadual do teatro de rua. Iremos promover questionamentos e problematizações afim de propor a implementação de uma Lei para Astistas de Rua da cidade de Maringá. O direito de livre expressão artística, reconhecido pela constituição precisa ser garantido para trabalhadoras e trabalhadores da cultura que, diariamente, movimentam ruas, parques e praças da cidade com sua arte, de forma menos burocrática”. Segundo Rogério F. Costa do MARL (Movimento de Artista de Rua de Londrina).




O evento contato com o apoio da Secretaria de Cultura de Maringá, do Vereador Chico Caiana, Marcelo Calixto, Leonor Calixto e de todos os nossos parceiros Circo 2 e ½ de Sorocaba – SP, Cia. Os palhaços de rua de Londrina – Maringá, Banda Milhar Seca de Cianorte – PR, Conservantes, LSB e Banda Revell de Maringá, e todos que estão na luta para que tudo aconteça em Maringá e possa levar um pouquinho de Arte para a Cidade.




Postado por: Enjoy Maringá